Blog optimizado para Mozilla Firefox

O MORCEGUISMOS é um espaço inteiramente dedicado aos morcegos e pretende ser um veículo de divulgação e sensibilização. Neste espaço cabe a divulgação de projectos em curso ou concluídos, notícias, e actividades diversas.

Para além disso pretende-se que contribua para uma aproximação do público a este grupo faunístico, e que este público tome parte no aumento do conhecimento sobre morcegos em Portugal, nomeadamente através da informação sobre abrigos de que tenham conhecimento.

No futuro pretende-se ainda criar uma linha de apoio a qualquer assunto relacionado com morcegos, como seja o socorro de morcegos encontrados feridos ou a perturbação de abrigos, entre outros.

Espera-se desta forma dar um contributo importante para a conservação das espécies de morcegos portuguesas.

14 de Abril de 2009

Novos abrigos (I)

Encontrar novos abrigos de morcegos é sempre gratificante. Mesmo que o número de indivíduos presentes seja reduzido, estes dados e informações são extremamente importantes para a sua conservação.

Recentemente o Zé, um amigo do ARCM, encontrou uma pequena colónia de
Rhinolophus ferrumequinum (morcego-de-ferradura-grande) com cerca de 70 indivíduos, numa antiga exploração mineira.
Esta espécie está classificada como Vulnerável, sendo por isso considerada ameaçada. É mais comum no Norte e Cento do país, sendo a sua população constiuída por poucos milhares de indivíduos. As colónias de criação abrigam-se principalmente em edifícios, podendo também utilizar grutas e minas, onde geralmente hibernam. Caça, geralmente, em zonas bem arborizadas, utilizando ocasionalmente áreas abertas. As principais ameaças estão ligadas à degradação do habitat pela acção do homem (destruição de abrigos, alteração das áreas de alimentação e uso de pesticidas). A perda de abrigos é particularmente nefasta para esta espécie, e por ser uma espécie de voo baixo está também sujeita a mortalidade por atropelamento. (Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal)

Um outro abrigo descoberto recentemente é uma casa abandonada onde, apesar de não terem sido encontrados morcegos, a grande quantidade de guano encontrada revela uma intensa utilização.
Relativamente à presença de morcegos em casas relembramos que apenas o Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) pode autorizar a sua exclusão de edifícios. Assim, caso tenha morcegos em casa, deverá contactar este instituto, o qual dispõe de um programa de apoio à população em situações de coabitação e exclusão de morcegos. Ver
aqui.

Sem comentários: